| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Matéria Prima
Desde: 06/02/2003      Publicadas: 1989      Atualização: 25/08/2008

Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP


 Geral

  10/08/2008
  1 comentário(s)


Milhares de brasileiros optam pela EaD

A cada ano a procura por cursos ministrados a distância aumenta devido à praticidade e alcance das aulas on-line

Milhares de brasileiros optam pela EaDDenise Urbano
Para quem não tem como freqüentar uma universidade, uma opção para assistir às aulas é o curso de graduação a distancia ou não-presencial. É um processo de ensino em que os alunos procuram conhecimento mediado por tecnologias, sem a presença do professor.

Segundo estudos feitos pelo Abread (Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta a Distância), em 2005 havia mais de 109 mil alunos matriculados, em 2007, esse número pulou para 2,5 milhões de brasileiros que estudam em cursos a distância. Além de ser reconhecida pelo MEC, essa modalidade de ensino permite que o aluno assista às aulas pela internet de acordo com a programação oferecida pelo instituto.

A diferença da educação a distância para a modalidade presencial é a flexibilidade. "O aluno assiste à aula de acordo com a sua disponibilidade, sendo necessário a presença na universidade somente na realização das provas, " disse Henrique Lacerda Nieddermeyer, 42, coordenador da EaD (Educação a Distância) do Cesumar (Centro Universitário de Maringá).

O estudante Pedro Evangelista, 50, contou que as aulas têm sido ótimas no aprendizado no curso de Tecnologia em Marketing, no pólo de uma instituição de ensino superior em Paranavaí (a 70 km de Maringá). "Costumo acessar as aulas pela internet quando chego do trabalho, pois é o único horário que eu tenho disponível. Se eu tivesse que comparecer à universidade todos os dias, não iria ter aproveitamento tão bom, quanto eu tenho como nas aulas on-line", disse o empresário.

Em período de aula, existe um tutor que fica disponível para esclarecer nas dúvidas e repassar as atividades aos alunos. "Além da internet como fonte de pesquisa, os alunos recebem livros, apostilas e DVDs didáticos para estudar em casa", contou Solante Carraro, 40, tutora de curso a distância. O estudante também recebe uma senha e um login para ter acesso ao sistema da instituição.

Segundo o coordenador da EaD do Cesumar, o diploma de um curso a distância não tem diferença nenhuma de um diploma de uma faculdade com aulas presenciais. "É valido em todo o território nacional, pois é um ensino superior como qualquer outro. Concluindo esse curso, o estudante tem a possibilidade de fazer uma pós-graduação e um mestrado normalmente", afirmou Henrique Nieddermeyer.

Imagem/Denise Urbano
Internet como ferramenta principal na educação a distância

OS COMENTÁRIOS QUE NÃO TIVEREM O NOME COMPLETO DO AUTOR E EMAIL PARA CONTATO NÃO SERÃO PUBLICADOS
  Autor: Denise Urbano





Capa |  Artigos & cia  |  Cidadão Maringá  |  Comentário  |  Conto  |  Crítica  |  Crônica  |  Entrevista  |  Erramos  |  Geral  |  Livro  |  Moda  |  Opinião  |  Reportagem  |  Você no MP
Busca em

  
1989 Notícias